Bookaholic Lis » Blog Archive » RESENHA: Filme – Sem Saída

The Book Depository

Wednesday, 21-09-2011 às 21:26 Por Lis Cabine de Imprensa, Paris Filmes, resenha


SEM SAÍDA
(Abduction)

Origem: EUA, 2011
Gênero: Ação, Drama e Romance
Duração: 106 min
Direção: John Singleton
Distribuidora: Paris Filmes
Estreia no Brasil: 23 de setembro
Elenco: Taylor Lautner, Lily Collins, Alfred Molina, Maria Bello, Sigourney Weaver.
Nota:

Sinopse: Nathan é um jovem que tem uma vida normal. Até que um dia ele resolve descobrir toda a verdade sobre sua vida depois de encontrar a própria foto de quando era bebê em um website de criançass desaparecidas. Em busca de explicações, duvidando das pessoas em quem mais confiava, ele não medirá esforços para cumprir o seu objetivo.

Ontem, foi realizada a cabine de imprensa do filme Sem Saída, exclusiva para blogueiros, organizada pela Paris Filmes. Em uma sala pequena e confortável, com uma tela gigantesca (que mostrou a melhor imagem que já vi!), eu, minha irmã (minha acompanhante) e outras poucas pessoas assistiram ao filme que estreará sexta-feira nos cinemas nacionais.

Imagino que todos já conheçam o queridinho protagonista da saga Crepúsculo (e alguns até podem ir ao cinema apenas para vê-lo!). Contudo, não esperem nenhum Jacob no filme, pois Taylor Lautner mostra toda sua ótima atuação em filmes de ação, desvinculando-se da imagem de lobinho no triângulo amoroso. O ator conseguiu provar que é ótimo para esse tipo de filme, lutando e mostrando como é bom em artes marciais (Detalhe: Ele mesmo disse que dispensou dublês em várias cenas, preparando-se fisicamente para poder reproduzi-las). Resultado: cenas de ação bastante reais e de efeito.

Sobre atuação, posso dizer o mesmo da filha de Phil Collins, Lilly Collins. Vocês podem reconhecê-la de Um Sonho Possível, mas o que essa menina passou em Sem Saída é bem mais interessante! Tirando que eu acho que ela devia melhorar as sobrancelhas, ela é muito boa atriz e ainda poderá ser vista como a protagonista Clary Fray no filme baseado no primeiro volume da série Instrumentos Mortais, Cidade dos Ossos.

Bom, o filme é uma mistura de ação, drama e romance adolescente. O começo parece meio clichê, festinha na casa da menina cujos pais foram viajar e voltam no dia seguinte, todo mundo bebendo e acordando no jardim. Depois vem o cenário da escola, meninos de olho nas meninas… Mas, quando o professor decide dar um trabalho de Sociologia e ele escolher as duplas é que vai começar a desenrolar a história de Nathan. Quando ele e sua vizinha, Karen (Lilly Collins), começam a pesquisar sobre o trabalho ele se depara com a imagem de uma criança no site de desaparecidos, criança essa que é a cara dele. E, pronto, a história começa a se desenvolver, Nathan descobre sua verdadeira identidade entre aspas, porque ele só tem tempo de saber de tudo por cima. Ou seja, da metade para o final é pura ação, cheio de suor, e homens fazendo o espectador duvidar se são confiáveis ou não.

Com um final instigante, Sem Saída nos deixa muito curiosos para saber quem é o verdadeiro pai de Nathan. E é justamente o final que faz o filme como um tudo valer a pena! Sem contar, claro, com as atuações maravilhosas (queria que a terapeuta aparecesse mais, gosto dela!). A boa notícia: haverá um Sem Saída 2! Então, para quem achar que o filme não tem futuro, ou não fez sentido, espera que tem mais. E, bom, vou deixar o meu palpite aqui sobre o ator que faz o papel do pai de Nathan: Dermot Mulroney. (Minha irmã que reconheceu pelo pouquíssimo que aparece dele no filme!). Deixem seus palpites nos comentários, hein? Também quero saber quem vocês acham que é, e, claro, o que acharam do filme.

E se você ainda está em dúvida se deve ir sexta-feira ao cinema, confira o trailer e veja o tanto de ação que lhe aguarda:





9 Comentários em “RESENHA: Filme – Sem Saída”

Leitoras Anônimas @ 22-09-2011 – 14:13

Eu quero muito assistir a esse filme! Toda vez que vejo o Taylor Lautner a imagem do Jacob já me vem na cabeça, é inevitável… Acho que o principal motivo pelo qual eu quero ver o ator em outro papel é para tirar essa ideia que ficou impregnada na minha cabeça depois de ter assistido Crepúsculo e Lua Nova! xD

Gostei da sua resenha, fiquei muito curiosa mesmo ^^

Abraços,
http://leitorasanonimas.com

Hangoverat16 @ 24-09-2011 – 16:31

Não sabia sobre isso organizado exclusivamente para blogs o_o como funciona?
A Lilly Collins é uma ótima atriz, e aposto que ela fará um papel maravilhoso em Cidade dos Ossos. O que eu acho engraçado, é que o Taylor não é o único ator que, assistindo em Crepúsculo, e em outros filmes, é completamente diferente. O Robert pode considerar até mais ainda! Sua atuação é completamente diferente. Acho que depende muito do personagem, assim como a Bela é toda sem graça, haha.
Adorei sua resenha! Quero logo assistir esse filme 😀

xx carol

Babi Lorentz @ 26-09-2011 – 12:26

Lis, aqui foi a primeira vez que li uma resenha sobre o filme. Confesso que me deixou intrigada e confesso que tô até com vontade de assistir (apesar de não ser a maior fã de filmes).
Valeu a dica.
Beijos

Sanzinha @ 28-09-2011 – 16:10

Hey, Lis!

Pelo que vc disse, o filme parece ser legal.
Não sou muito fã do Lautner, mas não custa conferir, né?
Vou assistir quando tiver a oportunidade.

Beijinhos!

Flavia @ 30-09-2011 – 04:56

Nossa, ja ouvi falar tanto desse filme! Estou afim de ver! Mas acho que esse menino será sempre a carinha do Jacob de Twilight!
Como voce é blogueira lembrei de dizer, caso queira escrever, que a brandsclub nesse momento tem uma media de entrega dos produtos de 20 dias e 15 dias para entregar os produtos.

Fica a dica,
Beijos e parabens pelo blog! Gosto muito! 🙂

Gih @ 01-10-2011 – 16:48

Vi o filme na estreia, mais por falta de algo melhor so que por vontade.
Adoro Taylor Lautner, acho que ele ainda tem muito o que aprender, mas se se esforçar, chega longe!
O filme foi aquele típico filme de ação, dos tipos que meu pai adora, com perseguição, mistérios envolvendo o governo, mas no geral eu achei bem legal, nenhum super sucesso, mas um filme legal de se assistir…

Beijos

http://kastmaker.blogspot.com/

Dana @ 14-10-2011 – 18:15

Sério que vão fazer um 2? Espero que a trama fique melhor nesse o.õ É até legalzinho, mas nada demais o filme. Levei até a metade do filme pra me envolver e depois foi só “corrida” HUAH
e a Lilly Collins fica muito melhor em vídeo do que em foto ;x espero que ela faça uma boa Clary

Renata Mattos Lavarda @ 18-02-2012 – 02:50

Acabo de assistir o Filme, e adorei!! Muito bom, e o Taylor Lautner me surpreendeu,não tem nada de Jacob no filme, conseguiu se desvincular da imagem direitinho!!! Ei e por incrível que pareça, eu e sua irmã temos bons olhos hein!!! Parei o filme ao final para ver o elenco, e não vi o nome do Dermot Mulroney, mas o reconheci pela cicatriz na lateral direita da boca, e pelo nariz, sou fã dele e adorei a atuação dele em The Family Stone- Tudo em Familia!!!

Jeezy @ 21-04-2012 – 05:13

é ele mesmooo, Dermot Mulroney tava tentando lembrar, é ele mesmo que tem o corte na boca ‘o’

Posted in Uncategorized